V Concurso Internacional BNDES de Piano – 2016

Homenagem a Lucia Branco e Camargo Guarnieri

De 30 de novembro a 10 de dezembro de 2016

Patrocinador exclusivo
V Concurso Internacional BNDES de Piano do Rio de Janeiro

Clique aqui para ver todos os vídeos.

LUIS ASCOT

"Um grande intérprete de minhas obras" – Alberto Ginastera, Genebra, 1978
Professor Honorário do Conservatoire de Musique de Genebra, iniciou os estudos de piano aos cinco anos sob orientação de Poldi Mildner em Buenos Aires, sua cidade natal. Prosseguiu seus estudos com Guiomar Novaes, Magdalena Tagliaferro e Jacques Klein no Rio de Janeiro, onde morou por oito anos. Mudou-se em 1971 para Genebra com uma bolsa de estudos do Governo Suiço para trabalhar com Harry Datyner, e em 1973 ganhou o First Prize of Virtuosity e o Paderewski Award concedidos pelo Conservatoire de Musique de Genebra.
Seus professores foram descendentes diretos de pianistas da Escola de Franz Liszt e Ferruccio Busoni: Moritz Rosenthal, Theodor Szanto, Isidore Philipp e Edwin Fischer.
Ascot tem sido homenageado em numerosos concursos nacionais e internacionais de piano e sua carreira o tem conduzido a espaços como o Conservatoire Royale de Musique em Bruxelas, Victoria Hall em Genebra, Concertgebouw em Amsterdam, Tonhalle em Zurique, Wigmore Hall em Londres, Carnegie Hall e Hunter College em Nova York, Kennedy Center Concert Hall e o Terrace Theater em Washington, o Assembly Hall nas Nações Unidas em Genebra e a UNESCO em Paris, o Palacio de Bellas Artes na Cidade do México e o Teatro Colón de Buenos Aires, entre muitos outros. Em 1995 realizou extensa turnê de concertos na Índia e, em 2007, na China.
Em 1998, interpretou o papel do Pianista na ópera "Fedora", de Umberto Giordano, no Teatro Colón em Buenos Aires; os principais intérpretes foram Mirella Freni, Plácido Domingo e Sherrill Milnes.
Intérprete privilegiado e amigo pessoal do compositor argentino Alberto Ginastera, Ascot tem divulgado a música desse compositor ao longo de sua carreira, interpretando suas obras para piano e seu Concerto nº 1 para Piano e Orquestra. Em 2003 realizou uma série de concertos em numerosos países da Europa e América in-memoriam do compositor argentino, para comemorar o 20º aniversário de seu falecimento.
Ascot foi escolhido pela Philharmonic Orchestra de Buenos Aires para tocar o Concerto nº 1 para Piano de Ginastera no "Teatro Colón Centennial Gala" assim como no Miami Festival, EUA, como parte das homenagens prestadas pelo Festival ao compositor argentino por ocasião do 25º aniversário de seu falecimento.
Além de sua intensa atividade como pianista, Ascot é membro do júri em concursos internacionais de piano e dá master classes em conservatórios e universidades em diferentes países.
Tem gravado pelos selos suiços Cascavelle, Phoenix Records e recentemente pelo EPSA MUSIC (Argentina).
Em 2011, a Argentinean Music Critics Association o homenageou com o Prize to Artistic Career.
Ascot é unanimemente considerado pela crítica internacional como um patrimônio entre os pianistas de sua geração.